DISQUE DENÚNCIA

92 98435-7108

25.3 C
Manaus
sábado, dezembro 4, 2021

DISQUE DENÚNCIA

92 98435-7108

Avenida Eduardo Ribeiro é interditada e prefeito anuncia construção de barricada

A cheia dos rios já chega na 3° maior cheia já registrada no rio Negro, em Manaus (AM), alcançando a marca de 29,72, segundo dados de hoje, 17 de maio, da Defesa Civil. A situação no centro da cidade e proximidades é crítica e uma via da Avenida Eduardo Ribeiro foi interditada.

De acordo com assessoria do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), a via da avenida foi interditada por conta do avanço das águas, mas os condutores podem utilizar a pista lateral para locomoção. Para conter o avanço dos rios, o Prefeito David Almeida, anunciou hoje, que serão construídas barricadas ao longo da avenida.

- Anúncio -

Acompanhado pelo vice-prefeito e titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Marcos Rotta, o chefe do Executivo municipal explicou que a medida será tomada para evitar prejuízos aos comerciantes instalados no local, minimizando assim, os danos econômicos.

“Já providenciamos a construção de passarelas. Vamos, a partir do meio-dia, colocar barricadas. Serão sacos de areia com cimento, barricada de contenção, para que a água não possa avançar para a calçada e assim o comércio não seja prejudicado. A água tem avançado de uma forma muito rápida, mas a prefeitura tem dado as respostas necessárias”, enfatizou Almeida.

Ainda com o intuito de amenizar os efeitos das cheias, a Prefeitura de Manaus, iniciou também nesta segunda, a construção de pontes de madeira, no trecho na área da praça do Relógio municipal, viabilizando a circulação na via por pedestres, comprometida pela cheia do rio Negro.

De acordo com assessoria do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), a via da avenida foi interditada por conta do avanço das águas, mas os condutores podem utilizar a pista lateral para locomoção. Foto: João Viana/Semcom

Neste domingo, 16, o prefeito de Manaus, David Almeida, conferiu o avanço do rio Negro, nas ruas do Centro. Além de anunciar as medidas para a região, ele também comentou sobre as demais ações que o Executivo municipal vem executando, para auxiliar as famílias atingidas pela enchente.

“Nesta segunda-feira iniciaremos a construção de barreiras de contenção, com areia e concreto, nas áreas atingidas pela cheia, no Centro, para assegurar uma condição mínima possível de circulação ao comércio local, para que continuem com as suas atividades”, informou.

O prefeito também confirmou a distribuição ao longo da semana, de cestas básicas, kits de higiene e de dormitórios, às famílias dos 15 bairros atingidos pela cheia do rio Negro, assim como a construção de pontes e marombas nas áreas inundadas.

Para conter o avanço dos rios, o Prefeito David Almeida, anunciou hoje, que serão construídas barricadas ao longo da avenida. Foto: Ruan Souza/Semcom

Monitoramento

Conforme o monitoramento hidrológico do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), a cheia de 2021, deverá ser a quinta maior já registrada em Manaus. A marca se aproxima da última grande cheia registrada na capital, em 2012, quando o nível do rio Negro atingiu os 29, 78 metros. Os estudos do CPRM dando conta de que a cheia deste ano deverá chegar aos 30,25 metros.

Saiba mais em Fiscaliza Amazonas

Acompanhe nossas redes sociais

Instagram 

Facebook

Twitter 

Artigos Relacionados

Mantenha-se Conectado

1,298FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
29SeguidoresSeguir
158InscritosInscrever

Últimos Artigos