DISQUE DENÚNCIA

92 98435-7108

26.3 C
Manaus
sexta-feira, janeiro 21, 2022

DISQUE DENÚNCIA

92 98435-7108

Mais de mil pessoas vacinadas em ação do programa Peixe no Prato

O programa Peixe no Prato Solidário vacinou 1.027 pessoas contra a Covid-19 em dois dias de distribuição de pescado em quatro escolas das zonas norte e oeste de Manaus. A imunização com ao menos a primeira dose foi exigência para receber o peixe nessa quarta (22) e quinta-feira (23), quando foram entregues 20 toneladas de pescado para, aproximadamente, 8 mil famílias em Manaus.

Na quinta-feira, as equipes da Fundação de Vigilância em Saúde Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) vacinaram 478 pessoas no Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti) Dariana Correa Lopes; e no Colégio Militar da Polícia Militar (CMPM) IV – Escola Estadual Senador Evandro das Neves Carreira, no conjunto Viver Melhor, zona norte.

- Anúncio -

“A vacina é a arma mais poderosa que a gente tem contra a Covid-19. É o que nos garante a volta à normalidade das nossas vidas. É por isso que eu tenho insistido muito em parcerias, com a Prefeitura de Manaus e com as prefeituras do interior, para que a gente possa avançar, possa avançar o maior número possível de pessoas que a gente puder”, ressaltou o governador Wilson Lima.

Leia mais:

1,3 mil famílias são beneficiadas com o programa ‘Peixe no Prato Solidário’

Consumo de tucunaré pode ser proibido no Amazonas

 

“Aproveito para fazer um apelo a quem ainda não tomou a sua vacina. Quem já tomou a primeira dose, que vá tomar a segunda dose, e assim por diante, para que possamos estar seguros contra a Covid-19”, acrescentou o governador.

Benefício

Na quarta-feira, outras 549 pessoas já haviam se vacinado durante a distribuição de peixe no Colégio Militar da Polícia Militar (CMPM) III – Escola Estadual Waldocke Fricke de Lyra, no Parque São Pedro; e na Escola Estadual Karla Patrícia Barros de Azevedo, no Conjunto Cidadão 10, ambas no Tarumã, zona oeste da capital.

“Aplicamos a primeira e segunda doses, além da dose de reforço. A vacina veio perto da comunidade, para aquelas pessoas que têm dificuldade para se locomover, a gente está proporcionando isso”, disse a assessora técnica da FVS-RCP, Wladmary Azevedo.

A dona de casa Adriane da Silva, 34, aproveitou para tomar a segunda dose antes de garantir o peixe para o almoço.

“A gente que mora aqui precisa, queria agradecer por esse evento, porque tem muitas famílias que precisam. Aproveitei para me vacinar e ficar em dia, porque é importante”.

 

Via assessoria

 

Acompanhe nossas redes sociais

Instagram

Facebook

Twitter

Artigos Relacionados

Mantenha-se Conectado

1,298FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
39SeguidoresSeguir
165InscritosInscrever

Últimos Artigos