DISQUE DENÚNCIA

92 98435-7108

25.3 C
Manaus
sábado, dezembro 4, 2021

DISQUE DENÚNCIA

92 98435-7108

Brasileira afirma que príncipe de Mônaco pediu para abortar a filha

Uma brasileira revelou em entrevista ao Domingo Espetacular, exibido no último domingo, dia 1º, que está no aguardo de uma nova audiência para ter o reconhecimento da paternidade de sua filha de 15 anos de idade. Ela alega que o príncipe Albert II de Mônaco é o pai da garota e espera que no novo desdobramento do caso, a Justiça peça um exame de DNA.

– Tudo tramita em sigilo. Vai ter uma audiência agora e espero que peçam o exame de DNA, contou a brasileira, que não teve seu nome revelado.

- Anúncio -

Ela ainda contou que não sabia a real identidade do príncipe Albert II quando se relacionou com ele. Ao contar a gravidez, o monarca teria dito que não tinha desejo ser pai e pediu que ela realizasse um aborto.

– Quando descobri que estava grávida, falei estou grávida e ele pegou e sumiu, desapareceu. Ele não queria ter filho e pediu para fazer o aborto…. Foi difícil. Eu trabalhei durante os nove meses de gestação.

A brasileira conta que quando eles engataram um romance, passaram cerca de 30 dias viajando por Portugal, Itália, Rússia e Mônaco. Na França, a mulher contou que não havia percebido ainda que estava ao lado de um dos homens mais poderosos do mundo.

– Na época, ele ainda não era príncipe, né. Lá ele caminhava como uma pessoa normal. Até hoje falam que é normal encontrar com eles lá caminhando como pessoas normais. Ninguém aborda. São pessoas comuns.

Quando a criança nasceu, a brasileira foi procurada por Albert, mas como estava chateada com toda a situação, pediu que ele desaparecesse, sem nem mesmo saber que ele era príncipe. A identidade só foi descoberta em 2019:

– Eu estava com um amigo meu que estava com uma pessoa que era de Mônaco. Falei: ah, poxa, legal e contei: a primeira vez que fui a Mônaco foi com o pai da minha filha. Só que depois que engravidei ele sumiu e desapareceu. Esse meu amigo brincando comigo, disse ‘não é que o pai da sua filha é o príncipe Albert de Mônaco. Aí, entrei no Google, vi a foto dele e reconheci imediatamente.

A mulher afirma que seu único desejo é que o monarca faça o reconhecimento da filha e procura para conhecê-la. Ela ainda alega que está disposta a fazer um acordo abrindo mão de dinheiro para realizar o desejo da criança em conhecer o pai:

– Eu quero que ela tenha o pai dela que sempre quis. Até conversei com o advogado e falei: olhe, eu poderia até pegar e renunciar a qualquer coisa, não quero nada. O que passou, passou.

Os representantes dele foram procurados pelo Domingo Espetacular, mas afirmaram que não iriam se pronunciar. Atualmente, o príncipe Albert II é casado com a ex-nadadora olímpica Charlene Wittstock. Eles são pais dos gêmeos Jaime e Gabriela, de seis anos de idade. Nos últimos anos, Albert reconheceu dois filhos, Jasmin e Alexandre, como legítimos, após mães ingressarem com ações judiciais pedindo o reconhecimento de paternidade.

via Jornal de Brasília

Saiba mais em Fiscaliza Amazonas

Acompanhe nossas redes sociais

Instagram 

Facebook

Twitter 

Artigos Relacionados

Mantenha-se Conectado

1,298FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
29SeguidoresSeguir
158InscritosInscrever

Últimos Artigos