DISQUE DENÚNCIA

92 98435-7108

   Ouça a FM 92.3
26.3 C
Manaus
quarta-feira, outubro 27, 2021

DISQUE DENÚNCIA

92 98435-7108

   Ouça Rádio Onda Digital FM 92.3

Amom anuncia filiação ao União Brasil

O vereador Amom Mandel (sem partido) anunciou, em postagem no Twitter publicada nessa quarta-feira (6), que vai se filiar ao União Brasil, sigla que surgiu da fusão entre o Partido Social Liberal (PSL) e o DEM (antigo PFL).

O nome do parlamentar foi apontado pelo vice-presidente do União Brasil, Antônio Rueda, como um quadro de interesse no Amazonas. “Fui anunciado como filiado de interesse pelo vice-presidente nacional do União Brasil. Com a perspectiva de desenvolver o projeto de juventude que anunciei desde o início, aceitei e vou me filiar”, escreveu Amom.

- Anúncio -

Os membros dos dois partidos aprovaram a criação da sigla em convenções realizadas ontem em Brasília. A iniciativa ainda deve ser aprovada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Veja mais:

Amom denuncia “fura-filas” nos pedidos de indenizações na CMM

Amom divulga nomes de supostos contemplados com apartamentos no Cidadão Manauara 2

A “guinada à direita” do vereador surpreendeu alguns eleitores, já que o PSL abrigou em suas fileiras o presidente Jair Bolsonaro. O Democratas (DEM) surgiu em 2007, após a dissolução do Partido de Frente Liberal (PFL), herdeiro da Aliança Renovadora Nacional (Arena). O partido serviu de sustentação para a ditadura militar.

A executiva nacional da União Brasil também confirmou o nome de Amazonino Mendes como pré-candidato ao governo do Amazonas. Na opinião de alguns eleitores, a associação com um cacique pode comprometer o status de Amom como um representante da “nova política” no Legislativo.

“Não é nenhum dos dois partidos, apesar de se originar assim. É o maior partido do Brasil abrindo portas para o projeto de juventude. Se em algum momento houver um descompasso, não vejo constrangimentos. Meu posicionamento será sempre o meu posicionamento”, respondeu Amom ao questionamento de uma seguidora sobre a decisão de aderir ao novo partido.

Amom foi o quinto vereador mais votado nas eleições do ano passado, com 7.537 votos. A atuação do parlamentar tem se destacado nos últimos meses pelo combate à corrupção, como o caso de denúncias de irregularidades na compra, distribuição e fornecimento de cestas básicas vencidas pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc).

Em setembro, Amom se aliou ao vereador Rodrigo Guedes (PSC) em ação contra a construção do prédio anexo da CMM, obra orçada em quase R$ 32 milhões. A medida foi acatada pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM). Após anunciar ofensiva em defesa da obra, o presidente da Casa, David Reis (Avante), desistiu de entrar com recurso contra a medida.

 

Daniel Amorim, da redação

Acompanhe nossas redes sociais

Instagram

Facebook

Twitter

Artigos Relacionados

Mantenha-se Conectado

1,298FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
21SeguidoresSeguir
150InscritosInscrever

Últimos Artigos