DISQUE DENÚNCIA

92 98435-7108

25.3 C
Manaus
quinta-feira, janeiro 20, 2022

DISQUE DENÚNCIA

92 98435-7108

Bolsonaro é otimista sobre energia em 2022, mas Ministério pede atenção

Na última quinta-feira, antes das festas de Natal, o Presidente Jair Bolsonaro chegou a afirmar que não espera problemas no setor energético em 2022, por causa das chuvas que vão abastecer o setor hidrelétrico. E de fato tem chovido nos últimos meses, o que ajudou a melhorar o cenário. Mas ele ainda demanda atenção.

De acordo com o Ministério de Minas e Energia e o ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) em suas avaliações, atenção e cuidado ainda serão necessários nos próximos 12 meses.

- Anúncio -

Veja mais:

INFLAÇÃO: Crise de energia coloca o mercado em alerta

Conta de luz mais cara: saiba quais são os vilões da energia na sua casa

Para o diretor do ONS, Luís Carlos Ciocchi, o volume de chuvas ainda é incerto para o próximo ano. “Há um histórico de variabilidade quanto à precipitação no subsistema Sudeste/Centro-Oeste, tanto em volume quanto em distribuição. E em abril começa o período seco”, afirma Ciocchi.

Os reservatórios deste sistema terminaram novembro com volume 19,7%, maior do que o mesmo período do ano passado, que registrou 17,7%. A estação chuvosa, combinada com importação de energia do Uruguai e da Argentina e com o acionamento de todas as usinas termelétricas, melhorou a condição energética do Brasil  neste fim de ano. Mas o diretor do CBIE (Centro Brasileiro de Infraestrutura) Adriano Pires recomenda: “Em 2022 a gente vai continuar tendo emoções no setor elétrico. Temos que esperar para ver como será esse período úmido, para saber se começamos o período seco em abril com níveis adequados de armazenamento”.

Via G1.

Acompanhe nossas redes sociais

Instagram 

Facebook

Twitter 

Artigos Relacionados

Mantenha-se Conectado

1,298FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
39SeguidoresSeguir
165InscritosInscrever

Últimos Artigos