DISQUE DENÚNCIA

92 98435-7108

   Ouça a FM 92.3
31.3 C
Manaus
sábado, outubro 16, 2021

DISQUE DENÚNCIA

92 98435-7108

   Ouça Rádio Onda Digital FM 92.3

Receita Federal apreende quase R$ 1 milhão em produtos piratas em Manaus

Operações realizadas pelo Serviço de Vigilância e Repressão ao Contrabando e Descaminho da Alfândega do Porto de Manaus (SEREP), em Empresas de Serviço de agenciamento de carga de Manaus e no Centro de Tratamento de Cartas e Encomendas (CTCE) dos Correios, resultaram na apreensão vários produtos avaliados em R$ 990,7 mil.

A operação ocorreram entre os dias 1 e 28 de setembro, durante as verificações físicas de mercadorias foram encontrados 6 mil itens de vestiário com indícios de serem produtos falsificados.

- Anúncio -

Veja também:

Receita Federal do Paraná apreende droga desconhecida

Entre eles: camisas de clubes de basquete americanos, calças, bermudas e máscaras com etiquetas de marcas famosas como Adidas, Puma, Lacoste e outras.

O valor dessas mercadorias atingiu o montante de R$ 300 mil. Os produtos tinham como destino o comércio irregular de rua da cidade de Manaus, provenientes de São Paulo e por serem produzidos no Brasil foram entregues à Polícia Civil.

A fiscalização da Receita Federal também encontrou, nas Transportadoras de Cargas Aéreas, fones de ouvido sem fio, bolsas, mochilas, miniteclados, caixas de som, controles de videogames e acessórios para celulares, como lâmpadas para selfie, carregadores, cabos, baterias e capas.

Os produtos apreendidos, de origem chinesa, são suspeitos de serem frutos do crime de descaminho e foram avaliados no valor de R$ 267 mil.

Nos correios o SEREP identificou 78 encomendas contendo mercadorias suspeitas de contrabando e descaminho.

Os produtos encontrados foram telefone celular, óculos, receptor de satélite, relógio inteligente e de pulso, fone de ouvido, acessórios de celular, cigarros eletrônicos e seus acessórios, perfazendo um total de R$ 423,71 mil.

A Receita Federal alerta que muitos casos de contrabando e descaminho, considerados pela população como crimes “menores”, estão ligados ao crime organizado que atua nas fronteiras brasileiras.

Essas organizações criminosas, que promovem tráfico internacional de drogas, armas e munições, utilizam-se do mercado ilegal de produtos como forma de financiamento para suas ações.

Via Portal do Holanda

Acompanhe nossas redes sociais

Instagram

Facebook

Twitter

Artigos Relacionados

Mantenha-se Conectado

1,298FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
21SeguidoresSeguir
144InscritosInscrever

Últimos Artigos