DISQUE DENÚNCIA

92 98435-7108

25.3 C
Manaus
quinta-feira, janeiro 20, 2022

DISQUE DENÚNCIA

92 98435-7108

Conselheiro Érico Desterro assume presidência do TCE-AM

O conselheiro Érico Desterro tomou posse na manhã dessa terça-feira (21) do cargo de presidente do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) para o biênio 2022-2023.

Durante a cerimônia, realizada no auditório da Corte, foram empossados os conselheiros Yara Lins dos Santos, como vice-presidente do TCE-AM; Ari Moutinho Júnior, como corregedor da Corte de Contas; Josué Cláudio, como ouvidor, e o conselheiro Mario de Mello, como coordenador da Escola de Contas Públicas (ECP).

- Anúncio -

Este será o segundo mandato do conselheiro Érico Desterro na presidência da Corte de Contas. Servidor de carreira do TCE-AM, o conselheiro Érico Desterro também já foi corregedor, vice-presidente, coordenador da Escola de Contas Públicas (ECP), e, mais recentemente, ouvidor do TCE-AM.

Em seu último discurso como presidente do órgão de controle, o conselheiro Mário Manoel Coelho de Mello mencionou a nova composição do TCE-AM para o próximo biênio e afirmou que sua posse, realizada há 2 anos, representou o início de um dos maiores desafios de sua vida.

Leia mais:

TCE implanta sistema de identificação facial em 2022

Presidente da Aleam recebe parecer do TCE sobre contas de Wilson

“Empenhei-me durante toda a presidência do TCE sabedor de que a missão não seria fácil, como nunca foi fácil como todos aqueles que ao longo de todos os 71 anos, dirigiram essa casa nas mais variadas e difíceis situações, em busca do crescente desenvolvimento do nosso tribunal”, disse.

Após fazer agradecimentos, o presidente empossado Érico Desterro começou seu discurso se referindo ao ano de 2022 como um ano de incertezas e desafios, com fragilidades econômicas, necessidade de reformulação das relações de trabalho e desafios advindos dos avanços da tecnologia.

“Nenhuma estrutura organizacional, nenhuma instituição pública, ou privada sobreviverá se não estiver sensível às mudanças aceleradas da tecnologia, da informação e da comunicação e aos novos modelos de relacionamento social […] somente instituições públicas ou privadas, comprometidas com as integridades de suas ações, de seus agentes, de seus objetivos, poderão sobreviver em um futuro próximo”, pontuou.

Ao final do discurso, Desterro afirmou que vai atuar com transparência e será orientado pela verdade na condição de presidente do Tribunal de Contas do Amazonas pelos próximos dois anos.

“Assumo um compromisso com a verdade e com a transparência e como natural decorrência disso, também com respeito absoluto aos valores tutelares democráticos de direito e as bases fundantes da nossa república”, declarou.

Via assessoria

Acompanhe nossas redes sociais

Instagram 

Facebook

Twitter 

Artigos Relacionados

Mantenha-se Conectado

1,298FãsCurtir
0SeguidoresSeguir
39SeguidoresSeguir
165InscritosInscrever

Últimos Artigos